Alunos do Aedes na Mira apresentam projetos de conclusão de curso em Brasília

Os alunos que tiveram projetos de intervenção selecionados nas cinco regiões brasileiras durante a primeira etapa da capacitação apresentaram seus trabalhos nesta quinta-feira, 4 de julho, no Encontro Nacional do Aedes na Mira, que está sendo realizado no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília, durante o XXXV Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde.

Os trabalhos foram selecionados pelo Ipads (Instituto de Pesquisa e Apoio ao Desenvolvimento Social), e o ProEpi, outro parceiro que coordenou as capacitações no modelo EaD sem tutoria, em conjunto com o Conasems. Ao longo de todo o dia, 264 alunos, entre gestores e profissionais dos níveis superior, médio e fundamental, se revezaram nas dez salas reservadas para exposição oral dos projetos na presença de especialistas, que discutiram e comentaram as iniciativas.

Para a equipe do Ipads, responsável pelos cursos voltados ao combate do Aedes aegypti e ao enfrentamento das arboviroses na perspectiva de integração da Atenção Básica e Vigilância em Saúde, os resultados ficaram acima das expectativas, tanto na qualidade dos projetos quanto nas formas de exposição, já que alguns alunos nunca haviam apresentado trabalhos em público.

“Eu gostei bastante, os alunos se prepararam bem e trouxeram novas ferramentas de mobilização social, de combate ao vetor e de assistência às arboviroses. Acho que os cursos atingiram todos os eixos do programa e conseguiram mexer com os trabalhadores do SUS”, diz uma das responsáveis pelos conteúdos dos cursos, Maria do Carmo Ferreira.

Também houve espaço para as perguntas do público, formado em sua maioria por alunos que aguardavam a vez para se apresentar. “Foi muito interessante. Os projetos de intervenção apresentados aqui podem ser reproduzidos em outros municípios, então foi extremamente produtivo e uma troca muito rica de experiências diferentes, com capacidade de inovação, de capilaridade”, avalia a coordenadora do curso para gestores, Andrea Von Zuben.

Ao final das apresentações, o público votou no melhor projeto de cada sala. Nesta sexta-feira, os dez mais votados serão citados na mesa de encerramento do evento e receberão certificado de Projeto de Intervenção escolhido por votação popular.

Tutores

Na terça-feira, houve a reunião preparatória do Encontro Nacional do Aedes na Mira, aberta pelo presidente do Congresso do Conasems, Mauro Junqueira. Estavam presentes os tutores da capacitação de Combate ao Aedes na perspectiva de integração VS/AB, aos quais Junqueira agradeceu pela contribuição.

Ele também falou da importância da formação de trabalhadores do SUS, que é uma proposta nova no Conasems, e sobre os projetos de intervenção selecionados para o evento: “Vai ser bom olhar para o que cada região está pensando e o que está propondo para o enfrentamento das arboviroses no país”.

Em seguida, as equipes técnicas do Conasems e do Ipads apresentaram um balanço da primeira etapa do Aedes na Mira, que teve 20.700 inscritos em todo o país, ouviram as avaliações dos tutores e discutiram os ajustes necessários para a próxima etapa do projeto. O Conasems disponibilizará 2.500 vagas para a primeira turma, que tem o início das capacitações marcado para o dia 5 de agosto. As inscrições estão abertas e devem ser feitas no link https://ead.ipads.org.br/

 

 

[vcvSingleImage class="vce-single-image" data-width="1000" data-height="100" src="http://projetoaedesnamira.com.br/wp-content/uploads/2018/06/foot.png" data-img-src="http://projetoaedesnamira.com.br/wp-content/uploads/2018/06/foot.png" alt="" title="foot"]